Wednesday, January 10, 2007

O som do Canto: Princesa Stephanie do Mónaco

A princesa que já fez de tudo um pouco desde números de circo a filhos com o guarda costas, também experimentou o mundo dos palcos, dos estúdios e das baladas pirosas a dado momento da sua vida.
O Mundo Lego vem aqui desenterrar os 2 únicos álbuns de originais que esta lançou, autenticas raridades nos dias de hoje, lançados em épocas tão distintas como os mid 80’s e os early 90’s.

Corria o ano de 1986, Portugal e Espanha entravam na União Europeia, o filme dos Transformers provava ser um verdadeiro flop, e faltava muito tempo ainda para haver ebay e I-pods. Criava-se portanto um clima propicio à ascenção desta princesa com aspirações de “rock star”.






Com um look de garçonette, vulgo lésbica, Stephanie posa em cima de uma mota definindo um estilo que 20 anos mais tarde Ivete Sangalo tentou imitar, na tentativa de parecer retro e fixe (não conseguiu obviamente). O álbum tem o enigmático nome de “Live Your Life” e leva-nos a questionar o conhecimento da princesa em matéria de língua inglesa.
Depressa nos apercebemos do contrário ao escutar o disco, verificando que a ex-Mulher/whatever de Daniel Ducret optou por cantar mais de metade dos temas em inglês. O som é o típico pop pré-fabricado dos anos 80, escutado nos discos de muitas celebridades que nada tendo a ver com o meio musical, tentaram capitalizar nesta área (soooo 80’s).
Engana-se quem pensar que o tem “Le Sega Mauricien” se refere à famosa marca de jogos e consolas , que fez furor entre nós nos anos 90, pois na realidade Stephanie está aqui a dar-nos a conhecer uma dança típica africana. Pop culture não é portanto o forte de Stephanie, que prefere os temas chatos do mundo.

O segundo álbum com o simples titulo de “Stephanie” (todo o artista que se preze tem um álbum com o seu nome, possivelmente fruto de uma fase sem ideias) data de 1991.
5 anos se passaram, uma nova década começou, mas o som desta artista mantem-se muito semelhante (à excepção de uma maior incidência nas cordas) soando até um pouco datado , provavelmente num golpe de markting para não desiludir potências fãs e assengurar o mercado. Não posso aqui precisar se o disco vendou ou não, mas o certo é que nunca mais foi lançado mais nenhum álbum de originais de Stephanie havendo apenas, alguns anos mais tarde, o lançamento um colectânea com o original nome de “The Best Of Stephanie” onde se poderiam encontrar algumas remixes.




Fleurs do Mal. Stephanie no inicio dos no início dos 90’s, adopta o look Navy. A tentativa de se tornar um ícone gay falha redondamente.

Uma verdadeira raridade, estes álbuns são apenas procurados hoje em dia por maluquinhos que tem o prazer de colecionar lixo, ou simplesmente verem-se livres de avultadas quantidades monetárias no mais curto espaço de tempo.
Aqui no Mundo Lego Headquarters ficamos fãs. Não pela música em si, mas pela postura de Stephanie no mundo do espectáculo em geral.

Esqueçam Diana. Stephanie é sem duvida a Princesa do Povo.


As musicas da princesa Stephanie do Monaco podem ser escutas neste link.

6 comments:

howard_iz_cule said...

para quando o cameo de Stephanie na 5a serie da L word? :D

adorava ver um ou outro hit da princesa numa qualquer colectanea "singstar" para a plataforma da sony agora em vias de ser descontinuada.

Anonymous said...

eu bem tentei ouvir, mas em vão...não consigo abrir os ficheiros... mas certamente que são grandes hits musicais da nossa era...

Rebel__Rebel said...

Os ficheiros são Wav. "Aqui em Casa" usa-se o Windows Media Player e não há razões de queixa. Tenta usar a versão mais recente. Aqui está uma boa razão para fazer o update ao programa :)

howard_iz_cule said...

2 boas razoes! em igual numero às surpresas de um sutia, bailado matematico é uma coisa linda

lassie and friend said...

Sabiam que...

Stephanie sonhava em ser fashion designer qd era pequenina?

M said...

devo acrescentar que a princesa Stephanie tem letra de empregada da zara, bem redonda. só faltava o i ter uma bola e nao uma pinta.